fbpx

Video: Pai gastou dinheiro angariado para o filho doente em viagens, roupas, mulheres e álcool

Mateus Henrique Leroy Alves, um brasileiro de 37 anos, aparece a exibir-se em várias imagens divulgadas pelo próprio: bebidas, roupas e dormidas em hotéis luxuosos eram partilhados nas redes sociais.

O homem desviava quantias arrecadadas por uma campanha feita para ajudar o filho, João Miguel, de 1 ano e 7 meses, que luta contra uma doença grave, a atrofia muscular espinhal (AME). Um caso semelhante à da bebé Matilde, que emocionou os portugueses e gerou uma enorme onda de solidariedade.

A campanha para ajudar João Miguel, conseguiu, em um ano, juntar mais de 230 mil euros. A intenção era usar a quantia para suportar os custos da medicação do filho: cada dose chega a custar cerca de 80 mil euros.

Segundo a Polícia Civil de Minas Gerais, que está a investigar o caso, o pai usou o dinheiro em viagens, perfumes, relógios e roupas de marca.

O homem estaria ainda envolvido num esquema de prostituição que financiava com o dinheiro das angariações, e foi detido.

A cidade de Conselheiro Lafaiete recebeu a notícia em choque, já que os moradores se uniram para angariar dinheiro para o tratamento do pequeno João Miguel.

O dinheiro esbanjado pelo pai seria usado para comprar o medicamento Spinraza, como conta a revista Cláudia.




Artigos relacionados