A passagem da tempestade Elsa pelo território português provocou pelo menos duas mortes, e desalojou mais de 50 pessoas.

Um condutor espanhol de um veículo pesado que seguia na EN10 morreu nas Tapaidas, Montijo, após uma árvore de grandes dimensões ter caído sobre a cabine.

O homem, com cerca de 50 anos, teve de ser retirado do interior da cabine com auxílio de meios de desencarceramento. Os bombeiros ainda tentaram reanimar contudo os ferimentos foram demasiado graves, e o óbito foi declarado no local.

Já em Castro Daire, distrito de Viseu, a tempestade provocou um desabamento de uma habitação que tirou a vida a uma pessoa.

Os bombeiros de Castro Daire encontraram um homem já sem vida no meio dos escombros. O morador era o único habitante da casa antiga, feita à base de granito, que acabou por não resistir à força da natureza.

Arménio Monteiro, de 61 anos, é o homem que está a ser procurado pelos mais de vinte operacionais que se encontram no local da ocorrência. O

Nesta altura, Viseu está sob aviso vermelho por causa da previsão de vento forte com rajadas até 140 quilómetros/hora nas terras altas.