fbpx

Rosa Grilo comete “deslize” e são revelados novos pormenores sobre a morte do marido

Durante todo o dia de ontem, Rosa Grilo procurou convencer juízes e jurados de que nada teve a ver com a morte do marido, contudo, acabou por cair em várias contradições.

Afinal, segundo a viúva, os três homens que entraram na casa do casal estavam armados e não apenas um deles, como tinha dito na primeira fase.

A juíza ficou irritada com a nova informação, e questionou “Se estavam todos armados tem de me explicar a história toda de novo. Isso muda tudo. Só agora é que se lembrou que afinal estavam todos armados?”

Rosa explicou-se dizendo que achava que a informação não era relevante, e que pensou que até “já estava implícito” na explicação que tinha dado

Durante a fase de interrogatório, Rosa contou que as únicas armas existentes no local do crime eram a que era empunhada pelos homicidas, e outra que pertencia a António Joaquim.

A juiz presidente do coletivo do Tribunal de Loures responsável pelo julgamento confrontou-a por diversas vezes com pormenores sobre esta questão. Perguntou-lhe se sabia disparar ou se era capaz de distinguir uma pistola de um revólver. Rosa Grilo respondeu que não a ambas as questões.




Artigos relacionados