Rapariga de 22 anos que tirou a vida ao namorado por ciúmes fica em prisão preventiva

Caso ocorreu no ano de 2017 e foi motivado por ciúmes, em Fafe.

A jovem de 22 anos que foi acusada de tirar a vida ao próprio namorado, de 21 anos, fica em prisão preventiva após decisão do juiz de instrução do Tribunal de Guimarães. O crime ocorreu em Fafe no mês de outubro do ano de 2017.

A acusada estava em liberdade, mas o juiz entendeu que as medidas de coação estavam desfasadas em relação à gravidade do ato e chamou a jovem a tribunal. A acusação diz a jovem mulher, depois vários meses de comportamento obsessivo, esfaqueou a vítima e depois lavou a faca, segundo avança o Correio da Manhã.

Até agora, a jovem estava proibida de ir a Fafe. A agressão foi motivada devido a vários meses de obsessão e ciúmes por parte da jovem.

“A única proibição que ela tinha era de vir a Fafe. Continuámos a ver pelas redes sociais que fazia a sua vida normal e a publicar fotografias em festas depois de ter feito o mal que fez. É uma paz ter conhecimento que finalmente fica na cadeia”, revelou uma tia de Luís Gonçalves – a vítima.

A acusada nunca chegou a ser formalmente detida, mas vai ficar agora em prisão preventiva a aguardar julgamento pelos crimes de violência doméstica agravada e homicídio qualificado.




Artigos relacionados