fbpx

“Quando chegares aqui, podes fingir ser meu namorado?” Condutor de Uber salva mulher que pediu para fingir ser seu namorado

Um condutor de Uber norte-americano recorreu ao Facebook, no passado dia 31 de julho, para partilhar uma situação de uma passageira que lhe pediu para fingir que eram namorados.

Brandon Gale, o condutor de Uber, revelou que uma mulher que estava numa feira de diversões em Illinois, nos Estados Unidos, enviou um pedido de recolha. Logo após ter aceite o pedido, a mulher em questão enviou-lhe uma mensagem através da aplicação da Uber onde dizia:

“Quando chegar aqui pode fingir que é meu namorado?”, perguntou a passageira, tendo Brandon reagido com estranheza. “Como assim?”, questionou. “Eu só preciso que finja que me conhece, e que não é um condutor Uber”, respondeu a mulher.

O motorista, ainda que desconfiado, decidiu aceder e retirou do carro a sinalização da plataforma de transporte. “Quando cheguei ao local, estava uma mulher e um homem a falar na entrada”, contou Brandon.

“A mulher era a minha passageira e agiu de imediato. Olhou e gritou: ‘Hey, querido! Já vou!’. Não quis deixá-la pendurada, portanto gritei de volta: ‘Boa, estou cheio de fome!’. Acenei ao homem. Ele acenou de volta, com pouco entusiasmo”, descreveu o motorista.

Só quando a mulher entrou no carro e começaram a andar é que a mulher explicou o que se passava.

Segundo o texto publicado pelo motorista no Facebook, a mulher tinha ido à feira com um grupo de amigos, mas no grupo estava um homem que se mostrou muito atrevido com ela, que “não aceitava não como resposta” e que tinha “um historial de ser muito agressivo”.

“Ela pensou que ele a largaria quando ela se dirigisse para o seu carro, mas ele seguiu-a, justificando que era um cavalheiro. Antes de chegarem ao carro, ela fingiu que perdeu a chaves. Ele queria levá-la a casa, e foi aí que ela decidiu chamar o ‘namorado'”, revelou Bandon.

O condutor decidiu partilhar a história, sensibilizando os homens para que “aceitem um não como resposta” e advertindo passageiras de que podem usar as plataformas em último recurso, caso se sintam em perigo.

O texto do condutor apelidado de “herói” ficou viral nas redes sociais e chegou a milhares de pessoas, pode ser lido em baixo:




Artigos relacionados