Um médico de 68 anos perdeu a vida na quinta-feira no hospital de São José, em Lisboa, onde estava internado devido a uma infeção pelo novo coronavírus.

A notícia foi avançada inicialmente pelo jornal Público, que adianta ainda que o médico que faleceu terá sido infetado por um colega e que este é o primeiro caso de uma morte associada ao SARS-CoV-2 neste grupo profissional.

A publicação avança ainda que o médico tinha 68 anos, “estava internado há mais de 40 dias”, era especializado em medicina geral e familiar e colaborava com a equipa de gastroenterologia do Hospital Curry Cabral, que, assim como o São José, pertence ao Centro Hospitalar de Lisboa Central (CHLC).

A Ordem dos Médicos já lançou uma nota de pesar, onde lamentou a morte do médico que trabalhava no Hospital Curry Cabral e enviou as condolências à família.

No comunicado, o bastonário Miguel Guimarães relembrou que “por infeliz coincidência”, este profissional faleceu no dia em que se assinalou o Dia do Médico e apelou que “o seu esforço e dedicação aos doentes” seja relembrado e que a população olhe para a pandemia que o país enfrente com “responsabilidade e seriedade”