fbpx

Mulher de 74 anos dá à luz duas meninas gémeas e torna-se mãe mais velha do mundo

Uma mulher de 74 anos bateu o recorde de mãe mais velha do mundo ao dar à luz duas meninas bebés gémeas.

A indiana Erramatti Mangayamma esperou quase 60 anos para ter um filho com o marido. Agora, aos 74 anos, realizou o sonho e teve duas meninas gémeas saudáveis, após uma fertilização in vitro.

As gémeas nasceram por meio de um parto cesareana após Erramatti e o marido Yerramatti Raja Rao, 80 anos, terem se submetido a uma fertilização in vitro. De acordo com o jornal britânico The Sun, as pequenas foram concebidas com óvulos doados e os espermatozóides de Yerramatti.

O tratamento foi pago pela clínica de reprodução humana que realizou o procedimento. Eles decidiram custear o tratamento por se tratar de um caso raríssimo que representou um marco histórico.

Erramatti e o marido são casados desde 1962 e desde então tentaram engravidar, mas sempre sem sucesso. Ela entrou na menopausa há 30 anos e decidiu tentar a fertilização in vitro após uma vizinha de 55 anos ter conseguido engravidar com tratamento.

Ela revelou para a imprensa local que ficou muito entusiasmada com o nascimento das duas meninas. “Eu não consigo expressar por palavras o que estou a sentir neste momento. Estas meninas completam-me. As minhas seis décadas de espera finalmente chegaram ao fim. Agora ninguém me vai mais chamar de infértil”, afirmou Erramatti.

O parto aconteceu esta quinta-feira, dia 5 de setembro. As bebés têm 2 kg cada uma e estão bem de saúde, assim como a mãe.

Com este feito, a mulher tornou-se na mulher mais velha a dar à luz no mundo.

Até agora quem detinha este recorde era Daljinder Kaur, também natural da Índia que foi mãe em 2016, aos 70 anos.




Artigos relacionados