Casal manteve a criança de apenas 12 anos, presa durante anos numa sala sem luz e sem alimento.

O casal foi detido após a criança ser encontrada, já morta, num estado de desnutrição avançado e a pesar apenas 19 quilos. O incidente ocorreu na Pensilvânia nos Estados Unidos da América.

O pai, Scott Schollenberger Jr, de 42 anos, e a noiva Kimberly Maurer, de 35, encaram-se com acusações de homicídio. O caso foi denunciado por um vizinho. A morte do menino foi registada dia 26 de maio.

O menino, Maxwell Schollenberger, foi mantido preso durante anos numa sala com as persianas com fita adesiva e as portas bloqueadas por pregos, onde os seus três irmãos foram avisados pelo pai e companheira para ignorarem o irmão. A criança estava coberta de fezes quando foi encontrada pela polícia.

Segundo o jornal “The Mirror”, o casal e os seus outros três filhos praticavam uma vida perfeitamente normal onde havia comida em abundância em casa. A causa da morte de Maxwell foi atribuída a desnutrição e a um traumatismo craniano.

O relatório de investigação revela que a criança estava tão fraca que nem se conseguia manter em pé.