Caso foi exposto pela mãe do menino nas redes sociais.

Em desespero, uma mãe decidiu expor uma situação que está a indignar o país. Carina Costa divulgou nas redes sociais fotografias do filho, de três anos, com várias marcas no corpo que foram feitas por um colega na creche.

A mulher garantiu que já tinha alertado o Jardim de Infância do Outeiro, em Vila Nova de Gaia, mas nada foi feito. Segundo Carina, a solução que a escola encontrou foi remeter a vítima para uma espécie de isolamento.

Esta foi a segunda vez que o menino foi agredido por um colega da mesma idade. Da primeira vez, a vítima chegou a casa com o pénis marcado. Esta quinta-feira, estava mordido e arranhado. A mãe considera “uma vergonha” o que se está a passar e fez um apelo para que ninguém coloque os filhos nessa escola, visto que “não têm proteção nenhuma”.

A mãe falou ao ‘Programa da Cristina’, da SIC, e revelou que a mãe do agressor já lhe pediu desculpa. No entanto, mostra-se desiludida com a falta de respostas da creche.

DEIXE A SUA OPINIÃO