fbpx

Menina de 11 anos suicida-se após ser vítima constante de bullying

A menina já tinha mudado de escola em março, após os pais terem apresentado queixa em fevereiro, quando ela contou ser assediada por outros alunos.

Uma rapariga de 11 anos pôs termo à própria vida dentro da sua casa, em Herblay. Enforcou-se no quarto com um lenço pendurado na cama.

O pai encontrou-a no quarto e alertou os bombeiros, que conseguiram estabilizar a menina após três horas de esforços. Contudo, acabou por morrer naquela noite, no Hospital Robert Debré em Paris.

A menina revelou que era assediada pelos colegas de turma. A sua mãe, mudou-a de escola para outra nas proximidades, contudo, os assédios continuaram nas redes sociais.

“Desde o início do ano, ela reclamava que era assediada”, diz a mãe de uma aluna. Ela sentiu como se todos estivessem contra ela. Estava muito fechada. Ela confirma. “Aparentemente ela estava na pior classe. Houve alunos que lhe faziam a vida negra”, acrescenta ela.

Muitos dos seus colegas de turma da nova escola indicaram que não havia uma situação particular em relação a ela. “Sexta-feira, ela estava feliz porque estava a ir para o Futuroscope“, diz um deles. “Depois, vimos ela rasgar o caderno e colocá-lo no lixo antes de apanhar o autocarro.” No estabelecimento de ensino anterior, alguns revelaram que “os seus stalkers continuaram a atacá-la nas redes sociais“.




Artigos relacionados