Uma mulher de 35 anos foi violada por um gangue e seu filho de seis anos foi brutalmente assassinado por sete homens no distrito de Buxar em Bihar, na Índia, no passado sábado.

Todos os sete homens violaram a mulher que estava num estado de embriaguez durante os atos. Mas o pior aconteceu quando um dos sete homens estrangulou a criança até a morte, temendo que os gritos alertassem os vizinhos.

Mais tarde, enfiaram o corpo da criança dentro de um lençol e largaram-no num local deserto juntamente com a mãe.

O caso foi descoberto na manhã de domingo, quando a polícia de Murar recuperou o corpo do menor de um canal e encontrou a mãe inconsciente, após alguns moradores locais terem avisado a polícia.

Um caso foi apresentado contra dois homens nomeados pela mulher e cinco desconhecidos com base na declaração do pai da mulher, Rajkumar Ram.

O pai revelou que que o incidente ocorreu por volta das 11h, quando a mulher estava a ir para o banco com o filho, onde ia depositar dinheiro. Terá sido atacada durante o caminho e arrastada juntamente com o seu filho para um local isolado.

A vítima encontra-se internada num hospital a recuperar do ataque sexual. O caso está a ser investigado.