Jovem mãe foi apanhada pelas autoridades a tentar vender a filha recém-nascida.

Uma jovem mãe com apenas 25 anos de idade foi detida pelas autoridades russas, em Moscovo, depois de ter sido apanhada a tentar vender a própria filha recém-nascida, com cerca de um semana de vida.

Luiza Gadhieva, a mãe, revelou à polícia russa que queria ganhar dinheiro com a venda filha porque “queria comprar umas botas novas”

A mãe pediu cerca de três mil euros pela bebé e foi apanhada em flagrante, durante uma operação montada pelas autoridades, a tentar vender a filha. A polícia fez-se passar por pais adotivos interessados em comprar a criança.

De acordo com as autoridades locais, a mãe estava confiante que a venda da filha iria acontecer e até já tinha discutido com a irmã quais as botas que iria comprar com o dinheiro que ganhasse da venda.

Foi marcado um encontro num café e a mulher acabou por cair no ‘isco’ montado pelas autoridades.

“Após receber dinheiro, a suspeita passou a criança ao cliente e passou recibo. Deu-se como culpada durante a detenção e está em prisão preventiva. A criança não corre risco de vida e foi entregue a uma instituição”, revelam as autoridades à imprensa local.