Uma mãe da Carolina do Sul, no Estados Unidos, partilhou fotos comoventes da sua filha bebé de dois meses ligada a um ventilador, tornando-a assim numa das mais jovens dos EUA a lutar contra o coronavírus.

Ashley Hildebrand partilhou fotos de Ellie na sua página no Facebook no domingo e confirmou que a bebé tinha testado positivo para o vírus mortal, apesar de não apresentar sintomas antes de adoecer repentinamente.

As imagens mostram a criança de dois meses deitada numa cama de hospital sedada, com tubos no nariz e um ventilador para ajudá-la a respirar.

“Então.. Ellie deu positivo para COVID-19. Eu e o Sean temos que ficar em quarentena por duas semanas sem ela”, disse a mãe perturbada no post do Facebook. “Por favor, mantenham a nossa família nas vossas orações durante este momento difícil” continuou.

A menina não apresentava nenhum sintoma além de estar um pouco ofegante antes de adoecer, revela a mãe noutra publicação. Ela contou com detalhes aterrorizantes como sua filha bebé ficou estava bem e depois repentinamente “parou de respirar com facilidade”.

“Na sexta-feira de manhã, ela parecia muito constipada quando estava a amamentá-la, e de repente gritou por alguns minutos e então parou de gritar e chorar, e começou a respirar com dificuldades”

Ela continuou: “Ligámos para o 911, quando a ambulância chegou, o oxigénio estava em 58. Enquanto estava no hospital, ela ficou com hipotermia e disseram que os bebés pequenos às vezes ficam com frio em vez de febre”.

Hildebrand disse que os profissionais médicos não achavam que a menina tivesse infetada com coronavírus “porque os sintomas não aumentavam”, mas deram-lhe o teste “apenas por segurança” depois de já ter dado negativo para várias outras doenças, incluindo gripe e SARS.

Foi aí que os médicos confirmaram que a menina estava infetada com o novo coronavírus. Apesar de mostrar sinais de melhorias, a confirmação do vírus deixou a mãe mais assustada.

A mãe disse que apesar de as probabilidades de também ter sido infetada serem altas, não irá fazer o teste, mas ficará 2 semanas de quarentena em casa.

DEIXE A SUA OPINIÃO