Mãe entregou-se numa unidade hospitalar após ter sido despejada da residência onde vivia.

A mãe do bebé que foi abandonado aos 21 dias de idade à porta de uma instituição religiosa no Cacém, em Sintra, entregou-se esta sexta-feira à justiça após ter sido despejada da residência onde vivia até ao momento. A mulher será ouvida em tribunal nos próximos dias.

O bebé recém-nascido foi encontrado junto ao Centro Social Baptista do Cacém dentro de uma alcofa. A criança estava acompanhada por um biberão e trazia consigo uma fralda vestida.

Foi o choro do menino que chamou à atenção das pessoas que se encontrava naquela instituição a praticar culto. Alguns momentos depois acabaram por descobrir o bebé.

A opinião dos portugueses, em geral, não diverge muito e, várias pessoas, afirmam que se tratou de “um ato de compaixão” por parte daquela mãe, que preferiu entregar o filho a outras pessoas do que o fazer passar fome ou outro tipo de necessidades.