Lua alinhou-se com o sol e um fotógrafo português captou o momento espetacular

Miguel Claro, um fotógrafo português residente em Almada, esteve no Chile a registar o eclipse solar.

Esta terça-feira, dia 2 de julho, a Lua pôs-se à frente do sol, e durante cerca de duas horas, a América do Sul ficou às escuras. O eclipse solar – fenómeno raro que não é observado no nosso país desde o século XIX, começou às 20:23 de Portugal Continental e atingiu o seu auge pelas 21:40.

Lua alinhou-se com o sol e um fotógrafo português captou o momento espetacular

© MIGUEL CLARO | WWW.MIGUELCLARO.COM

O eclipse o foi total no Chile e na Argentina, no entanto, noutros países da América do Sul o fenómeno foi apenas parcial. Miguel Claro, o fotografo português, esteve a capturar imagens a partir do Chile.

Com recurso a várias lentes e a várias máquinas fotográficas montadas num lugar desértico, o fotógrafo português conseguiu capturar imagens fenomenais do eclipse que durante dois minutos e vinte e cinco segundos.

© MIGUEL CLARO | WWW.MIGUELCLARO.COM

Nos últimos dez anos, Miguel especializou-se na astrofotografia de paisagem ou “skyscapes”. Diversas imagens captadas pelo português já foram distinguidas pela NASA e têm corrido o mundo em publicações da especialidade.

Na sua página de Facebook, Miguel Claro explicou aos milhares de seguidores como se preparou para conseguir captar estas imagens.




Artigos relacionados