Duas irmãs gémeas recém-nascidas morreram após o cão de família as ter atacado quando a mãe das meninas saiu da sala por breves instantes para falar com um vizinho.

O Labrador ‘ciumento’ atacou as bebés prematuras de 26 dias na sua casa, em Piripá, no nordeste da Bahia, Brasil, na última terça-feira.

A mãe, Elaine Novais, de 29 anos, correu em socorro das suas meninas, Anne e Analú depois de ouvir as filhas a gritar no quarto, mas já era tarde demais para salvá-las.

A mãe, uma trabalhadora do conselho que lutou durante nove anos para conseguir ter filhos, afastou o cão violento das gémeas, mas já era tarde demais.

Uma enfermeira que morava nas proximidades prestou primeiros socorros às meninas, no entanto, uma morreu de imediato no local devido aos seus ferimentos e a outra perdeu a vida após sofrer paragem cardíaca, já no Hospital Municipal Maria Pedreira Barbosa.

Acredita-se que o cão, descrito como “dócil”, tenha ficado com ciúmes depois de não receber tanta atenção desde o nascimento das bebés.

Um membro da família afirmou que o cão “foi deixado de fora de certa maneira e não tinha mais a atenção e o carinho dos seus donos”, relata o The Sun. “Isso poderia ter causado algum tipo de ciúme e levou o cão a atacar as crianças”, revelaram os mesmos.

DEIXE A SUA OPINIÃO