fbpx

Jovem que tirou a vida à mãe à facada condenado a 20 anos de prisão

Jovem desferiu 22 golpes com uma faca antes de tirar a vida à própria mãe, em Almada, distrito de Setúbal.

Nuno Teixeira, que em junho de 2018 tirou a vida à mãe com 22 facadas, após uma discussão, na residência da vítima, no centro de Almada, foi esta quarta-feira condenado a 20 anos de cadeia pelo Tribunal de Almada.

A mulher foi atacada na sua cama e ainda se arrastou para a porta do quarto. Nuno Teixeira lavou-se, limpou a casa e foi trabalhar no dia seguinte.

Na leitura do acórdão, que decorreu esta quarta-feira à tarde no Tribunal de Almada, a presidente do coletivo de juízes deu como provados a maior parte dos factos que constam da acusação do Ministério Público (MP).

O tribunal acrescentou que o arguido não manifestou qualquer arrependimento pelos seus atos, a qual é de “especial censurabilidade” e o “dolo é direto e intensíssimo”. O número de golpes e a brutalidade do ato são “claramente de enorme raiva e ressentimento”, na sequência de uma discussão. O tribunal destacou a forma fria e calculista como o jovem tentou limpar o cenário do crime, enquanto a sua mãe desfalecia.

O arguido vivia na residência da mãe juntamente com a sua filha de 2 anos e a sua companheira, no concelho de Almada.




Artigos relacionados