fbpx

Jovem mãe de 25 anos morreu para proteger o seu bebé de dois meses durante tiroteio

Jovem mãe deu a vida pela seu bebé de dois meses.

Ainda só foi identificada uma das 20 pessoas que perderam a vida este sábado no Walmart de El Paso, no Texas. Jordan Anchondo, de 25 anos de idade, mãe de três crianças, foi baleada enquanto segurava o filho com apenas dois meses de idade, acabando por falecer.

A confirmação da sua identidade foi dada à imprensa norte-americana pela irmã, Leta Jamrowski, que acrescentou que a criança sobreviveu, recebendo tratamento para fraturas em alguns ossos. Leta adiantou que terá sido resultado da queda da mãe.

“Tendo em conta os ferimentos do bebé, eles dizem que é mais do que provável que a minha irmã o estivesse a tentar proteger. Quando ela foi baleada estava a segurá-lo e caiu em cima dele, é por isso que ele partiu alguns ossos. Portanto, basicamente, ele sobreviveu porque ela deu a vida dela”, indicou Leta Jamrowski, de 19 anos.

Jordan estava no espaço comercial para comprar material escolar para os seus outros dois filhos pequenos, aproximando-se o regresso às aulas nos Estados Unidos.

A norte-americana e outras 19 pessoas perderam a vida este sábado quando Patrick Crusius, norte-americano de 21 anos de idade, entrou na superfície comercial de El Paso, na fronteira com o México, e começou a disparar indiscriminadamente.

O atirador terá deixado um manifesto, publicado ‘online’, onde critica “a invasão hispânica do Texas”. Entre as vinte pessoas que perderam a vida estão três de nacionalidade mexicana, conforme adiantou através das redes sociais Andrés Manuel López Obrador, o presidente do México.




Artigos relacionados