A jovem aluna de 17 anos da Escola Secundária de Santa Maria da Feira que está infetada com o coronavírus, está neste momento «ligada às máquinas» de suporte de vida e «corre risco sério de morte».

A informação foi avançada pelo Impala e pelo Observador no dia 11 de março, onde revela que um pai alertou para a possibilidade de risco há duas semanas, contudo, a escola não tomou medidas e continuou em funcionamento normal.

A jovem está em respiração assistida, e foi-lhe diagnosticada «pneumonia bilateral», uma das causas de morte provocadas pelo Covid-19.

Segundo adianta o Jornal de Notícias, a jovem de 17 anos esteve recentemente em contacto com alunos que regressaram de uma viagem de Carnaval escolar a Itália.

A jovem apenas foi internada na semana passada, depois de ter ido três vezes à urgência o Hospital São Sebastião.

Relembre-se que segundo a informação adiantada no boletim epidemiológico emitido pela Direção-Geral da Saúde (DGS) na manhã desta quinta-feira, o número de casos confirmados sofreu novamente um aumento significativo: são já 78.

Além dos casos confirmados, há ainda 637 suspeitos, e 4923 pessoas em vigilância pelas autoridades de saúde, avança a Direção-Geral da Saúde na manhã desta quinta-feira.

Dos 78 casos confirmados, apenas 69 estão internados. Destes pacientes que testaram positivo, 64% apresentam tosse, 46% febre, 10% dificuldade respiratória, 37% cefaleia, 40% dores musculares e 24% fraqueza generalizada.