Sub-chefe de 55 anos perdeu a vida depois de ficar cercado pelas chamas, na Serra da Lousã.

José Augusto Dias, de 55 anos, perdeu a vida ao final da tarde deste sábado a combater as chamas que deflagram na Serra da Lousã.

O Sub-chefe Bombeiros de Miranda do Corvo contava com 39 anos de experiência.

Fonte oficial da Autoridade Nacional de Proteção Civil já confirmou que a vítima mortal se trata do chefe de uma equipa de cinco elementos dos bombeiros de Miranda do Corvo.

Três meios aéreos tentavam circunscrever as chamas antes do anoitecer. Pelas 20h30 estavam em campo cerca de 200 bombeiros apoiados por 64 viaturas terrestres de diversas corporações, dos distritos de Coimbra e Leiria.

O alerta foi dado pelas 18h24.

DEIXE A SUA OPINIÃO