A inesperada mudança da apresentadora Cristina Ferreira para a TVI, no dia 17, gerou muitas incógnitas no mundo da televisão.

A chef Joana Barrios, uma das personalidades que gerou muita especulação, partilhou no domingo uma carta aberta nas redes sociais onde falou sobre o tema publicamente.

“Os portugueses são muito nostálgicos e têm muita dificuldade em aceitar mudanças. Por força da minha criação, mudanças e eu é ‘tu cá tu lá’. Talvez por isso aquela parte da instabilidade da profissão que escolhi não me tenha assustado muito na hora de escolher mesmo.

Seja como for, também não sabia o que é que a Cristina andava a fazer, também fui apanhada de surpresa, porém não me surpreendi com essa fatalidade toda. Pensei antes ‘GRANDE’. Já dissemos muitas vezes e é verdade, que temos um entendimento que vai para além do que é verbalizado“, começou por escrever.

“Relativamente à Cristina, tenho-lhe brindado todos os dias. É assim que faço a todos os amigos que cumprem os seus sonhos, realizam as suas ambições e chegam onde se propõem chegar. A Cristina é das poucas pessoas com quem trabalhei nestas coisas mais mainstream que nunca me disse que tenho de mudar e que sabe o nome de todas as pessoas que estão no platô, por exemplo.

Também é das poucas que se preocupa com a precariedade e que encontra formas de maximizar o ganho, minimizando o risco sempre que pode e como pode”, continuou.

“A Cristina tem todas as qualidades, honesta e gaiteira, como na múisca do Telmo Miranda. E agora foi cumprir novos desígnios, envoltos em grande mistério (apenas como as lendas fazem), que já fizeram correr mais tinta esta semana que a indústria de fast fashion terá vertido ilegalmente em cursos de água doce nos últimos dez anos.

Posto tudo isto, é evidente que vou com a Cristina para onde ela for, da mesma forma que ela também vem comigo para onde eu for, porque nestas profissões é assim: os laços que se criam ficam para sempre e ficamos felizes com o sucesso alheio” rematou a chef.

DEIXE A SUA OPINIÃO