fbpx

Início de Agosto marcado por chuva e descida das temperaturas

O litoral irá ter “alguma nebulosidade matinal” que se irá dissolver ao longo do dia e o vento irá intensificar-se no litoral e nas terras altas na primeira quinzena

O verão tem-se mostrado um pouco diferente em Portugal, comparativamente aos outros anos. O mês de agosto, conhecido por ser o mês mais quente da época em anos anteriores, pode vir a desiludir os portugueses que esperam ver o termómetro subir.

Segundo declarações da meteorologista do IPMA, Cristina Simões, ao Noticias ao Minuto, o inicio do mês vai ser marcado por uma “pequena descida da temperatura máxima”. O litoral irá ter “alguma nebulosidade matinal” que se irá dissolver ao longo do dia e o vento irá intensificar-se no litoral e nas terras altas na primeira quinzena, um fenómeno conhecido como nortada e que segundo a especiialista é típico da época.

No que toca ao calor, as temperaturas mais altas serão sentidas no interior, em regiões como Beja e Évora, onde a temperatura máxima poderá chegar aos 34ºC e 35ºC “no máximo”. Já no litoral, as temperaturas máximas vão variar entre os 22ºC e 28ºC e o primeiro fim de semana do mês será marcado por chuviscos. No Algarve, as temperaturas máximas poderão alcançar os 32º graus, no entanto, a região irá sofrer também da nortada, durante o período da tarde.

Os primeiros 10 dias de agosto registam uma tendência para um tempo “mais fresco, mais húmido e precipitação no litoral”, o que comprova que o verão deste ano se encontra “realmente tímido”. Pelo lado positivo, Cristina Simões destaca que as temperaturas mais baixas diminuem o problema da deflagração de incêndios no país. No que toca à segunda quinzena, Cristina Simões afirma ser muito cedo parar criar qualquer tipo de previsão.




Artigos relacionados