fbpx

Homem que parecia uma múmia é resgatado da toca de um urso onde ficou durante um mês

Um homem russo, que foi identificado apenas como Alexander, foi encontrado por um grupo de caçadores na região de Tuva, na Rússia. O homem terá sobrevivido a um ataque de Urso pardo, e foi guardado como presa do animal numa toca.

Alexander teve a coluna fraturada durante o ataque do animal, por isso não tinha como escapar. Sem defesa, ele foi arrastado e mantido dentro da caverna. Segundo revela o homem, ele foi mantido como “comida para o futuro”.

De acordo com o site The Siberian Times, o homem que ficou preso na caverna de um urso foi encontrado por cães treinados. Os animais acompanhavam um grupo de caçadores que percorriam a região e deram conta da presença de Alexander.

O pior de tudo é que, inicialmente, os caçadores pensaram que o homem estava morto. A primeira impressão, segundo o grupo, é de que se tratava de um corpo mumificado.

No entanto, ao se aproximarem, perceberam que o homem abriu os olhos e balbuciava seu nome.

Apesar da dificuldade em falar, o homem que passou um mês preso da toca de um urso conseguiu relatar o episódio. No entanto, não conseguia lembrar o seu sobrenome, nem a sua idade.

Alexander contou que sobreviveu o tempo todo sem qualquer tipo de alimento. A única coisa que ingeriu nesse tempo todo foi a própria urina.

A equipa médica que atendeu o homem que ficou preso na toca de um urso ao longo de um mês afirmam que sua sobrevivência foi um verdadeiro milagre.

Não só pela falta de alimentos e de água. O que mais chocou os profissionais foram os ferimentos graves e o tecido necrosado em várias partes do corpo, resultado do tempo que passou deitando, sem se mexer.




Artigos relacionados