Um homem é suspeito de ter esfaqueado a mulher grávida de seis meses e depois de matar a filha de um ano, atirando-a de um ano de um penhasco no estado norte-americano da Califórnia.

As autoridades foram chamadas ao local no crime e encontraram a mulher gravemente ferida.

Chris Grome, tio da vítima, revelou ao canal KESQ que “Ele atacou-a e tentou esfaqueá-la várias vezes no estômago e na garganta. Ela lutou e tentou impedi-lo para se proteger.”.

O homem de 42 anos fugiu do local depois das agressões, contudo, na autoestrada acabou por sofrer um acidente e capotou o carro. Esfaqueou uma testemunho do acidente, pegou na filha de apenas um ano que seguia com ele, e atirou-a de um penhasco la perto.

“Viram o suspeito a atirar a criança do penhasco tendo saído a correr do local”, avança a mesma fonte.

Depois de uma perseguição a pé, Adam foi finalmente detido. A família tenta agora angariar fundos para fazer o funeral à menina, que perdeu a vida pela mão do próprio pai.

DEIXE A SUA OPINIÃO