Corpo foi encontrado este sábado junto a um descampado.

Homem encontrado sem vida durante a manhã deste sábado, no Porto, tinha 46 anos. René Oura terá desaparecido no mesmo dia em que chegou a Portugal.

Antes do desaparecimento do homem, na quarta-feira – dia em que chegou a Portugal, o mesmo terá dito à sua mulher que ia até ao mercado e enviou-lhe algumas fotografias. Depois disso não soube mais do paradeiro de René Oura, até ao momento em que foi encontrado sem vida, revela Rose Oura, a esposa.

A mesma acrescenta ainda que René “tinha o sonho de viver em Portugal”, tirar um curso no Instituto Universitário da Maia (ISMAI) e arranjar trabalho. A mulher e os filhos tinham planeado Viajar até Portugal durante o próximo ano para se juntarem a René e construírem uma vida juntos.

O homem tinha-se instalado num hostel no centro da cidade e nunca mais terá voltado depois de fazer o check-in.

Tirou algumas fotografias na zona da Baixa do Porto para enviar à mulher e depois disso ela não soube mais do seu paradeiro. Foi um toxicodependente quem terá encontrado o corpo caído no chão e com a cara desfigurada, num terreno descampado junto à rotunda de Francos, próximo da Galp, no Porto.

Através dos documentos que se encontravam junto ao corpo, as autoridades rapidamente identificaram que se tratava de um homem brasileiro, René Oura, de 46 anos. A vítima, que tinha acabado de chegar a Portugal e vivia em São Paulo, deixa para trás a esposa e três filhos.

Dado que o homem tinha a cara totalmente desfigurada, a Polícia Judiciária está a investigar o caso e há suspeitas de que se tenha tratado de um crime.

DEIXE A SUA OPINIÃO