Cerca de quatro dezenas de pessoas participaram numa festa privada ilegal, na Comporta.

A Guarda Nacional Republicana foi forçada a acabar com a festa que infringia as regras impostas e previstas para o combate à pandemia covid-19.

Na nota publicada pela GNR pode ler-se:

“Após uma denúncia de que estaria a decorrer uma festa privada, onde estariam algumas dezenas de pessoas, os militares da Guarda deslocaram-se ao local. Já na zona onde estaria a decorrer a referida festa, uma moradia vedada, foi possível constatar a presença de cerca de 40 pessoas, tendo os militares da GNR procedido à identificação do responsável pelo evento, fazendo igualmente cessar o mesmo”.

Os participantes da festa acataram as indicações das autoridades e acabaram com a festa.

DEIXE A SUA OPINIÃO