Sem papas na língua, humorista deu a sua opinião sobre a organização da Festa do Avante este ano em Portugal.

Face a todas as restrições e cancelamentos de vários festivais de música e de cultura no nosso país, devido à pandemia de coronavírus, o humorista Fernando Rocha criticou a realização da festa do Avante agendada para setembro deste ano.

“Os que sobrevivem unicamente dos espetáculos, veem-se limitados e proibidos de fazer a única coisa que lhes dá o sustento, e outros cag*m na lei e ainda fazem um cartaz com este aglomerado de pessoas”, começou por escrever o artista numa publicação feita na rede social Instagram.

“Agora percebo quando dizem ‘Não há festa como esta’ pois não, infelizmente não é pra todos. Mas o mais correto é dizer a frase no plural e trocar o F por um B”, acrescentou.

“E para aqueles que vão dizer que isto não é um festival de música mas sim político-cultural, eu só digo que desde que há cantores, músicos, técnicos de som e luz a passar fome, a minha vontade é dizer, vai pra pu** que te pariu mais o teu argumento. Mas é só a minha vontade, não vou dizer isso nunca…jamais”, finalizou.

DEIXE A SUA OPINIÃO