Carlos Carvalho estava internado no hospital, com ferimentos graves, desde o dia 13 de julho.

Faleceu um dos bombeiros gravemente feridos no incêndio que deflagrou em Castro Verde, no passado dia 13 de Julho. O bombeiro, Carlos Carvalho, não resistiu aos graves ferimentos e acabou por perder a vida no Hospital de São José, em Lisboa.

O bombeiro de 45 anos, pertencente à corporação de Cuba, ficou com cerca de 95% do corpo queimado.

“Após uma prolongada luta pela vida que nos fez acreditar que fosse possível continuarmos com o Carlos junto de nós, infelizmente chegou o momento que nunca desejámos. Consola-nos o facto de sabermos que o nosso homem foi um bravo lutador pela vida até ao fim”, escreveu a corporação de Cuba nas redes sociais.

Nas redes sociais, são várias as mensagens de pesar que lamentam o falecimento precoce de Carlos Carvalho.

“O luto e a tristeza bateu à porta dos Bombeiros… novamente!
O Camarada Carlos Carvalho, Bombeiro em Cuba que estava ferido com queimaduras graves no Incêndio em Castro Verde acabou de falecer…

O Comando/Quadro Ativo/Quadro Honra desta Associação envia a todos os Familiares, Amigos, Camaradas do Carlos os sentidos e respeitosos pêsames nesta hora difícil.

Um forte abraço para os Bombeiros Voluntários de Cuba. Vida por Vida! Descansa em paz companheiro!”, pode ler-se ainda numa publicação feita por um bombeiro pertencente à corporação de Mértola.