“Estou a morrer” a última mensagem que uma mulher que se encontrava no camião do horror enviou à mãe

Uma família vietnamita revelou que teme que a sua filha esteja entre uma das 39 vítimas da tragédia do camião de Essex, depois de elas lhes ter enviados uma mensagem a dizer que estava a sufocar.

Pham Thi Tra My, de 26 anos, enviou uma série de mensagens de texto em pânico para a mãe pelas 22h30, a 22 de outubro, onde dizia que estava “a morrer porque não conseguia respirar”.

“Sinto muito, mãe, o meu caminho para o exterior não teve sucesso”, escreveu ela numa mensagem.

“Mãe, eu amo-te muito e ao pai! Estou a morrer porque não consigo respirar.”

A sua família preocupada não recebe notícias dela desde então e agora procurou assistência de um ativista de direitos humanos no seu país de origem.

A polícia britânica disse que as 39 vítimas eram consideradas cidadãos chineses.

“Pham Thi Tra My foi para a China e planeava ir para a Inglaterra via França, um contato da sua família contou-me”, disse Nghiem.




Artigos relacionados