Patrick Lihau tinha 44 anos.

Patrick Lihau, enfermeiro de psiquiatria, marido e pai de três filhos, morreu na passada quinta-feira na sua casa, em França.

Marido e pai de três filhos, Patrick Lihau foi uma das primeiras vítimas mortais do Covid-19 em Seine-et-Marne, localizado na região da Île-de-France, perto de Paris.

O profissional de saúde, habitante em Serris, morreu na passada quinta-feira, com 44 anos de idade. Patrick também foi presidente de um clube que praticava Voninam – uma arte marcial de origem vietnamita.

“Era a cabeça do clube. Patrick era quem unia o grupo e era muito humano. Ele deu tudo para que o clube e os seus alunos fossem bem-sucedidos”, lembra Pierre, um dos funcionários do clube.

“Ele era uma pessoa muito boa, sorridente, carinhosa e carismática…”, relata Jean-Paul Garcia, um conhecido do profissional de saúde.

No entanto, Patrick Lihau sofria de uma fraqueza imunológica, relatou uma pessoa próxima do profissional de saúde. Ele trabalhou numa unidade de psiquiatria para adolescentes no hospital André-Grégoire, em Montreuil (Seine-Saint-Denis). Uma unidade afetada pelo novo coronavírus, como em toda parte, pela falta de equipamentos de proteção, como máscaras e luvas.

Na quarta-feira de manhã Patrick começou a ter febre e acabou por morrer quinta-feira na sua própria casa, cerca de 24 horas depois, como conta o jornal Le Parisien.

DEIXE A SUA OPINIÃO