Profissional de saúde do Hospital de São João, no Porto, passava um momento de fragilidade emocional.

Alice Marina Meireles Teixeira, enfermeira portuguesa que esteve sempre na linha da frente do combate à pandemia, faleceu esta quinta-feira, dia 15, aos 35 anos de idade. A profissional de saúde passava um momento delicado e não aguentou a pressão associada a vários fatores externos, acabando por por termo à própria vida.

Nas redes sociais, são vários os colegas que prestaram uma homenagem a Alice e lamentam profundamente o seu falecimento precoce.

“O serviço de Doenças Infeciosas do Hospital de São João, Porto está de luto.
Era uma de nós…uma profissional de saúde da linha da frente, que esteve connosco até ontem de corpo e alma, horas sobre horas a combater o vírus, deixou a sua família e amigos pela responsabilidade de estar lá todos os dias!

Vivemos o mais difícil, e o mais difícil é buscar forças onde não existe e encontrar tempo para confortar todos que lá estão com a sua solidão e com o medo que tudo ser um fim! O mais difícil é perceber que não somos nada, e que a vida é um sopro…

Mas NÓS profissionais de saúde, continuamos na primeira linha, como sempre! Até já colega, Enfermeira Alice.

Obrigado Marina(sim, para muitos eras a Marina!), descansa em paz! Enquanto cuidaste dos outros, ninguém cuidou de ti…❤ Ainda há inconscientes a brincar com a saúde dos outros! Obrigado Alice pelo teu profissionalismo”, pode ler-se numa publicação que já conta com milhares de partilhas.