Uma enfermeira italiana que contraiu o coronavírus acabou com a própria vida depois de temer ter espalhado o vírus a outras pessoas.

Daniela Trezzi, com 34 anos, trabalhava na unidade de terapia intensiva do Hospital San Gerardo, na cidade de Monza, na região da Lombardia, que é o epicentro da crise de coronavírus na Itália.

Segundo a federação revelou, Daniela trabalhava desde o momento que a Itália começou a ter casos de pessoas infetadas pelo novo coronavírus, há cerca de seis semanas.

A jovem já tinha sofrido ‘stress extremo’ depois de trabalhar na linha de frente do surto de coronavírus, e ter ficado fora do trabalho desde 10 de março, após testar positivo.

A federação das enfermeiras disse que Daniela ficou extremamente ansiosa por ter “medo de ter infetado outras pessoas”, informa Il Messaggero. “Expressamos a nossa dor e consternação pelo suicídio da nossa jovem colega”, afirmou a federação.

Os número de mortes por coronavírus na Itália ultrapassaram os da China, onde o vírus começou. Os médicos na Itália já alertaram que o país está enfrentar uma situação “catastrófica”.

Mais de 2.600 trabalhadores médicos já foram infectados na Itália – mais de oito por cento do total de casos do país.

DEIXE A SUA OPINIÃO