Militares da GNR seguiam num carro patrulha quando se deu o acidente, na A1.

Dois militares da GNR encontra-se em estado crítico na sequência de uma colisão entre um automóvel ligeiro e um carro patrulha. O sinistro deu-se na A1, no sentido Norte-Sul, entre o nó de Torres Novas e a área de Serviço de Santarém.

Os dois militares estariam a sinalizar aquela zona e foram surpreendidos por um veículo que colidiu violentamente contra a traseira do carro patrulha. Ficaram encarcerados e inconscientes, tendo sido transportados em estado crítico para o Hospital de Santarém.

De acordo com fonte da Proteção Civil, o acidente ocorreu pelas 11h36 ao quilómetro 85,8. Outras três pessoas envolvidas na ocorrência sofreram ferimentos graves.

De acordo com fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Santarém, foram mobilizados para o local um total de 32 operacionais, apoiados por 13 viaturas, incluindo a VMER de Santarém e a SIV de Torres Novas.

Segundo a mesma fonte, o trânsito na zona, no sentido Norte – Sul, faz-se apenas pela faixa de emergência.