Diogo Carmona foi condenado a quatro anos de pensa suspensa, esta segunda-feira, no Tribunal de Cascais por agressões à mãe e avó materna.

A condenação do jovem ator de 23 anos, Diogo Carmona, pelos crimes de violência doméstica à mãe e avó materna, tem sido sido tema de conversa nas redes socais em Portugal. Também o deputado André Ventura decidiu comentar a situação do ator.

“Não foi este que me atacou e se colocou ao lado do Quaresma? Não andava a dizer que eu sou um racista violento? Está explicada a origem do distúrbio!”, lê-se num Tweet enviado pelo deputado, recordando a polémica em que esteve envolvido com o jogador Ricardo Quaresma, que acusou André Ventura de ser racista, após ter feito comentários sobre a etnia cigana.

Diogo Carmona não ignorou as palavras de André Ventura e respondeu-lhe na secção de comentários da mesma rede social.

“Para um tão reputado deputado como o sr. acha que se deveria comparar a um mero perturbado? Quando a televisão estiver com falta de entretenimento eu faço-lhe chegar o recado. Já agora, excelente assiduidade!”, pode ler-se.

DEIXE A SUA OPINIÃO