Cristina Ferreira quebrou o silêncio este sábado ao reagir pela primeira vez ao seu regresso à TVI, após ter saído da SIC.

A apresentadora mais mediática do país garante que “ninguém gosta de ver a casa da mãe a cair”. Cristina Ferreira, que dava a cara e nome ao seu programa da SIC, confessa que regressa ao canal de Queluz de Baixo com o sentimento de missão.

“O meu para sempre é muito estranho. É que nele está incluído o sair para continuar a crescer. E sair sabendo que aquela é a casa mãe mas que é preciso”.

Na extensa mensagem que publicou na rede social Instagram, a apresentadora deixa um agradecimento aos colegas com quem trabalhou na SIC.

“Encontrei pessoas extraordinárias, uma casa que será sempre minha, uma equipa agarrada ao coração para sempre. Mas um dia alguém me disse que a casa mãe precisava de mim”.

A apresentadora, que irá desempenhar uma das funções mais relevantes na estrutura da TVI, confessa que percebeu que “fazia lá falta” no canal de Queluz de Baixo.

“Era preciso reconstruir paredes que tinham caído. Ninguém gosta de ver a casa da mãe a cair. E a filha volta para trabalhar”.

No regresso à TVI, Cristina Ferreira está segura de que encontrará “muitos dos amigos de braços abertos, novos inquilinos e sorrisos no rosto”.

Cristina Ferreira salienta ainda que confia que está a fazer a coisa certa. “Está tudo certo. De verdade”.

A apresentadora, nesta nova fase da sua carreira, vai ser acionista e administradora da Media Capital, assumindo ainda mais uma posição de liderança dentro do grupo.

DEIXE A SUA OPINIÃO