O jornal britânico The Mirror revelou a história de Ingé Kirsten, uma mulher de 36 anos da cidade de Newcastle, em Inglaterra.

Kirsten é uma mãe que ficou devastada por não poder estar com a filha durante pelo menos duas semanas.

Ingé Kirsten, de Newcastle, partilhou um vídeo angustiante nas redes sociais, onde mostrava a sua tosse enquanto estava ligada a um ventilador com uma máscara no rosto no hospital.

Noutro vídeo, a mulher de 36 anos, que tem um problema no coração, tosse e luta várias vezes para respirar enquanto implora para que as pessoas se auto-isolem e sigam as diretrizes de distanciamento social.

A mulher criticou os que estão a ignorar os conselhos do governo em relação ao Covid-19, e disse ao Mirror Online: “Acho muito mau. Não acho que as pessoas tenham percebido a gravidade do vírus.”

“Tenho certeza que ninguém iria querer a si ou a seus entes queridos nesta posição ou pior.

Partilhei a minha história porque estava farta de pessoas que não levavam a situação a sério, continuando a colocar em risco a sua vida e a de outras pessoas. Espero que, ao ver estas imagens, elas sejam mais responsáveis”.

DEIXE A SUA OPINIÃO