Mais de 350 pessoas morreram em França devido ao novo coronavírus nas últimas 24 horas – incluindo uma jovem de 16 anos, revelou o ministro da saúde na quinta-feira, numa altura em que o país anuncia que irá aumentar o número de testes.

Na conferência, o Diretor da Saúde Francês, Jérôme Salomon, disse que o país irá aumentar drasticamente o número de testes para o coronavírus a partir da próxima semana.

Julie, de apenas 16 anos, vivia num subúrbio de Paris, em Île-de-France. A sua mãe Sabine, revelou que a filha apenas apresentava sintomas ligeiros de coronavírus. “Ela só tinha tosse”.

Segundo adianta a AFP, Julie tentou curar a tosse com vapores e xarope. Ao longo dos dias a dificuldade respiratória ia piorando mas como os dois primeiros testes à Covid-19 deram negativo, a família não estava muito preocupada.

Os sintomas continuaram a piorar revela Sabine, e a filha começou a dizer que lhe doía o coração. Acabou por ser internada nos cuidados intensivos e num terceiro teste ao coronavírus, o resultado deu positivo.

“Não acreditámos. Pensávamos que eles se tinham enganado. E porque é que estes resultados chegaram tão tarde”, contou a mãe à AFP.

Por volta da uma da manhã desse mesmo dia, quando a família chegou ao hospital, Julie já tinha falecido. Segundo a mãe, era uma menina saudável.

DEIXE A SUA OPINIÃO