Um professor da Universidade de Pittsburgh que fazia pesquisas consideradas promissoras sobre a covid-19, de acordo com a instituição, foi morto em um caso de assassinato seguido de suicídio. Segundo a CNN, a vítima foi identificada como sendo Bing Liu, e foi encontrado morto com vários tiros, no sábado.

Bing Liu, 37, estava sozinho em casa, em Elm Court, no município de Ross, na tarde de sábado, quando outro homem – identificado como Hao Gu, 46 anos – supostamente entrou na residência por uma porta destrancada e disparou sobre ele.

Liu foi atingido na cabeça, pescoço e tronco e não resistiu aos ferimentos. A mulher não se encontrava em casa na altura do homicídio, e o casal não tinha filhos.

Segundo as autoridades, o homicida, Hao Gu, foi encontrado morto no interior de um carro, aparentemente após um suicídio, teria sido o autor do assassinato do professor.

As autoridades acreditam que Hao Gu, assassinou Bing Liu e depois cometeu suicídio, no entanto ainda não sabe o que levou o homicida a tirar a vida ao cientista.

As autoridades investigam agora as razões por detrás do assassinato, mas não acreditam que tenha sido motivado por ódio racial.

Em comunicado, a universidade deixou uma nota onde revela que estão “profundamente triste com a morte de Bing Liu, um pesquisador prolífico e admirado na Pitt. A universidade deixa condolências à família.”

A nota acrescenta: “Bing estava prestes e fazer grandes descobertas para se entender os mecanismos celulares subjacentes à infecção do SARS-CoV-2 e a base celular das suas complicações”. Ele foi saudado pela sua excelência científica e descrito como um pesquisador e mentor excepcional.

DEIXE A SUA OPINIÃO