fbpx

Cenário assustador. Incêndio em Vila de Rei tem frente ativa de 25 quilómetros

Linha de fogo atinge os 25 quilómetros de extensão.

Os fogos de Sertã já foram dominados, no entanto as atenções viram-se para o fogo de Vila de Rei que tem, na manhã deste domingo, uma frente ativa com cerca de 25 quilómetros de extensão. O incêndio de grandes dimensões atinge os distritos de Castelo Branco e Santarém.

De acordo com o comandante Belo Costa, a Proteção Civil irá fazer um reforço com seis aviões e dois helicópteros de combate a incêndios.

Em terra estão 4 máquinas do exército que abrem aceiros, mas “o declive e a existência de muitas aldeias” na linha de fogo dificultam o trabalho dos bombeiros. Contudo o comandante da Proteção Civil, que tem o comando nacional no local, relevou a importância de “proteger aldeias e habitações”.

Apesar do reforço de meios a situação ainda é muito complicada. Operacionais no terreno destacam que “as frentes de Vila de Rei ainda estão a lavrar com intensidade”, repetindo o cenário de 2003. “Só não é tão complicado devido à menor severidade da meteorologia”, destacam os combatentes.

No local dos fogos estão perto de 1500 bombeiros e um posto de comando centralizado, que funciona na Escola Secundária da Sertã.




Artigos relacionados