Um casal foi encontrado sem vida ao lado de uma bebé baleada, numa plantação de pinhais, em Capão Bonito, São Paulo, na quarta-feira (18).

Segundo as autoridades, a polícia suspeita de que o homem tenha cometido suicídio após matar a companheira e ter disparado sobre a filha bebé de 6 meses.

De acordo com a polícia, uma equipa foi informada de que havia um casal morto no bairro Mato Comprido. Os agentes foram até o local e encontraram o agente da polícia militar José Roberto de Queiroz Júnior e Rute Mara Vieira já sem vida e com marcas de disparos de arma de fogo.

No viatura que se encontrava ao lado dos corpos, os agentes ainda verificaram que havia uma bebé de seis meses, que estava com ferimento de um disparo de arma de fogo numa das pernas.

A criança foi socorrida na Santa Casa e transferida para o Hospital Regional de Sorocaba (SP). O estado de saúde não foi revelado.

Ainda de acordo com a polícia, as primeiras investigações apontam que José Roberto mantinha um relacionamento com Rute. Antes de se suicidar terá baleado a mulher e ainda uma das pernas da filha.

Ainda conforme a Polícia Civil, o homem estava em processo de separação da esposa e estaria num relacionamento extraconjugal com a vítima.

O caso foi registado na esquadra de Capão Bonito, mas está a ser investigado em sigilo. Os telemóveis do homem e da mulher foram apreendidos. Não há informações sobre velório e enterro das vítimas.

DEIXE A SUA OPINIÃO