Carta dirigida a Ferro Rodrigues ficou viral nas redes sociais.

A carta dirigida ao Dr. Ferro Rodrigues foi escrita por José Coelho Martins, após se ter instalado a polémica em torno do uso da palavra “vergonha” por parte do deputado André Ventura.

“Exmo. Sr. Dr. Ferro Rodrigues,

Escrevo-lhe enquanto cidadão comum deste país e que foi seu aluno há muito anos atrás na decorrência de um mestrado em Politicas de Gestão de Recursos Humanos no ISCTE.
Como o devido respeito, confesso que, enquanto meu ex-professor, não guardei do Dr. Ferro Rodrigues a melhor das impressões.

Eu fiz o meu percurso académico a pulso, sempre a trabalhar e a estudar em simultâneo, e na altura em que os nossos caminhos se cruzaram eu já tinha uma maturidade profissional considerável na área antes mencionada, pelo que achei a sua intervenção docente pouco rica, tipicamente livresca, de alguém que nunca tinha passado pela vida prática naqueles domínios. Enfim, um mal sistémico tão típico e pernicioso da academia em Portugal, em que os docentes, na maioria dos casos, se limitam ao longo da sua vida útil activa a reproduzir os seus estudos/investigações de doutoramento.

Mas ontem, Sr. Dr. Ferro Rodrigues, a sua imagem perante este cidadão aqui signatário caiu a um nível que nem me atrevo, por pudor e respeito, a classificar.

A sua reprimenda ao deputado André Ventura roçou os limites do non sense, da arrogância e do medo!

Sim, do medo, Sr. Dr. ferro Rodrigues. V.Exa tem medo do deputado André Ventura, medo das verdades que ele, politicamente incorrecto (e ainda bem que assim é) vai debitando. E nesse sentido, o Presidente da Assembleia da República não foi imparcial como o cargo que ocupa exige, antes totalmente parcial, vestindo a camisola de militante do partido a que pertence.

O Sr. Dr. Ferro Rodrigues deu um péssimo exemplo de (falta de) democracia e prestou um mau serviço ao país.

Acusou V.Exa o deputado André Ventura de colocar em causa as supostas virtudes da casa da democracia, quando se referiu à mesma da forma como ontem o fez.

Mas nunca vimos V.Exa manifestar-se tão agastado e indignado perante inúmeras situações, essas sim muitíssimo graves, e que justificam plenamente a atitude do Dr. André Ventura, tais como:

  • Deputadas a pintar as unhas no hemiciclo;
  • Deputados a assinarem presenças por outros que faltam;
  • Deputados que dão moradas falsas para receberem subsídios;
  • Deputados que utilizam esquemas para que viagens de avião lhes sejam pagas e aos seus familiares;
  • Deputados que brincam com as redes sociais no hemiciclo;
  • Deputados que desenvolvem a sua própria actividade profissional no hemiciclo, utilizando as ferramentas informáticas colocadas ao seu dispor pelos contribuintes portugueses;
  • Deputados que estão no parlamento para fazer negócios e defender interesses ínvios ao país.

Perante tudo isto, nunca ouvimos uma posição a este nível veemente do Sr. Dr. Ferro Rodrigues. LAMENTÁVEL!

O Sr. Dr. Ferro Rodrigues, obviamente, deve um pedido de desculpas público ao deputado André Ventura, bem como a todos os restantes deputados do hemiciclo, incluindo aqueles que estupidamente aplaudiram a sua intervenção.

Mais, V.Exa deve um pedido de desculpas público a todos os portugueses, à Nação portuguesa!

E, naturalmente que, de seguida, só lhe resta assumir com humildade e dignidade a única decisão possível: renunciar ao cargo que exerce e demitir-se.

Os 2 milhões de portugueses que vivem miseravelmente com pensões abaixo de 400 euros mensais vão-lhe ficar agradecidos, tal como os outros 2 milhões de portugueses que vivem no fio da navalha com o salário mínimo nacional. E ainda as muitas centenas de milhares de jovens (muitos qualificados) que têm sido obrigados a sair do país nos últimos anos para terem uma vida condigna!

O parlamento a que o Sr. Dr. Ferro Rodrigues preside, se não é exactamente uma casa da vergonha, é, sem qualquer sombra de dúvida, uma casa de mordomias. Mordomias chocantes perante a realidade da vida dos cidadãos comuns que esse mesmo parlamento e V.Exa incluído, deveriam estar apostados em defender.

Concluo, Sr. Dr. Ferro Rodrigues, sugerindo-lhe, a mero título de refrescamento democrático, que volte a ouvir José Afonso, especialmente o seu álbum “Vampiros”, cuja imagem aqui lhe deixo:

Certo de que V.Exa não deixará de honrar a Pátria, apresento os meus melhores cumprimentos.”