Bebé Rodrigo completou quatro meses de vida.

Rodrigo, o “bebé sem rosto”, nasceu no dia 7 de outubro de 2019, completando esta sexta-feira 4 meses de vida.

Contra todas as previsões dos profissionais de saúde, o bebé continua a lutar pela vida, apesar de todas as mal-formações físicas, que podiam ter sido detetadas pelo obstetra Artur Carvalho, que acompanhou a gravidez da mãe da criança.

Os pais, Marlene e David, apresentaram queixa e, entretanto, foram surgindo outros casos de bebés que também nasceram com problemas após as mães destes terem sido acompanhadas pelo mesmo obstetra.

Tânia Contente, madrinha do pequeno Rodrigo, deu uma entrevista ao programa
“Júlia” para dar novidades sobre o bebé que atualmente conta com quatro meses de vida.

“A evolução ao longo deste quatro meses tem sido uma grande surpresa para todos nós”, revela a madrinha, assumindo que os pais do menino estão “mais fortes e unidos do que nunca”.

Rodrigo, o bebé “sem rosto”.

Pais que vivem inteiramente para o filho. “O medo continua presente”, conta a madrinha, assegurando que ninguém está descansado com o estado do menino, que precisa de atenções especiais.

Tânia diz que um dos cuidados necessários é nunca tocar na cabeça de Rodrigo. “Há uma parte da cabeça que não tem osso”, recorda, salientado os problemas que podem advir de um rompimento da membrana que protege o cérebro.

Rodrigo, o bebé “sem rosto”.

O pequeno é seguido por um grande grupo de especialistas desde o dia do nascimento. E já demonstra desenvolvimentos: “Sabemos que o Rodrigo sorri, que nos distingue a todos, que já palra. tirando o momento em que tem fome, até é um bebé fácil de aturar. Mas não nos podemos esquecer que até aos quatro meses foi um bebé que lutou sozinho. Ele é um herói. Para mim é um milagre”.

Rodrigo, o bebé “sem rosto”.
DEIXE A SUA OPINIÃO