fbpx

Bebé de nove meses agredido e queimado com cigarros

A Polícia Civil deteve três pessoas por terem torturar um bebé de nove meses. A criança teve de ser internada no Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea, no Sul do Rio de Janeiro.

Segundo revela o com o jornal brasileiro O Globo, o menino deu entrada no hospital com hematonas, queimaduras de cigarro e ainda um traumatismo craniano. 

A polícia brasileira avançou que a criança se encontra em estado considerado muito grave e teve de ser internado no departamento de tratamentos intensivos daquele estabelecimento hospitalar.

O bebé foi levado ao hospital pela própria mãe. O jornal avança que a progenitora morava com um casal de amigos na Fazendinha, no Norte do Rio de Janeiro.

Durante o interrogatório policial, a mãe revelou que foi terá sido uma das agressoras do menino de nove meses. 

A polícia concluiu que a mãe e casal amigo eram os responsáveis pelo estado em que a criança foi deixada.

As três pessoas foram detidas e estão indiciadas de um crime de tortura.




Artigos relacionados