fbpx

Bebé de dois anos perde a vida em casa após ida às Urgências

Larissa Lima, uma menina com dois anos de idade, faleceu após ter ido às urgência do Hospital Beatriz Ângelo, em Loures, no dia anterior.

A pequena Larissa, que sofria de problemas cardíacos graves e tinha trissomia 21, doi transportada para o hospital com falta de ar.

Ao Correio da Manhã, a mãe, Maurisa Lima, revela:

“Cheguei ao hospital por volta das 13h00 de quarta-feira. A médica que atendeu a Larissa não a conhecia. Mostrei-lhe o livro, onde estava toda a informação e a data do cateterismo que ela ia fazer [21 de outubro] e pedi ajuda porque a minha filha não estava bem, mal conseguia respirar”.

“Disse-me que a minha filha estava a respirar assim porque tinha o nariz entupido, mas não lhe fez exames porque não havia febre. Mandou-nos para casa duas horas depois”, lamenta a mãe.

No dia seguinte, a bebé faleceu por volta das 23h00, já em casa, em Odivelas. “A médica matou a minha menina e eu confiei nela porque a trouxe para casa. Só me apercebi que ela já não respirava quando lhe tentei dar a papinha”, revelou a mãe emocionada.

O INEM que foi chamado ao local já não pode fazer para reverter o estado de saúde da bebé, a PSP também esteve no local e transportou o corpo para a Medicina Legal.




Artigos relacionados