Continuam a ser feitas novas descobertas sobre as consequências deste novo vírus no corpo humano. Uma das que se destaca é maneira de como ataca os pulmões.

Contudo, segundo avança o Washington Post, o vírus também afeta o cérebro, rins, fígado, intestinos, baço e células endoteliais dos vasos sanguíneos. A mesma publicação adianta ainda que foi descoberto coagulação generalizada em vários órgãos de um cadáver de um doente com Covid-19.

Estes coágulos sanguíneos foram descobertos recentemente, e permitem aos inestigadores concluir que o coronavírus origina uma privação de oxigénio no cérebro.

Estas análises, partilhadas recentemente, foram retiradas a doentes com idades entre os 32 e 90 anos, que perderam a vida em hospitais norte-americanos.

“A Covid-19 e o dengue são muito diferentes, mas há células nas duas doenças que são semelhantes”, indica a patologista Amy Rapkiewicz, responsável pelas autópsias no serviço Langone Heath da Universidade de Nova Iorque.