fbpx

Após noite de terror na arena, João Moura Jr. chora morte: “Perdi um companheiro”

Cavalo estrela teve que ser abatido devido aos ferimentos que sofreu na arena.

Noite de tourada em Coruche, este sábado, acabou com quatro feridos, dois cavaleiros e dois forcados, para além de um cavalo estrela, cujos ferimentos obrigaram ao abatimento do mesmo.

João Moura Jr, um dos cavaleiros feridos afirma que aquela noite foi a pior vivida na sua carreira “enquanto cavaleiro, homem e amante de animais”.

“Perdi um companheiro com que trabalho há quase 10 anos, todos os dias, e com o qual criei fortes laços e sentimentos que sei que eram mútuos”, desabafa o cavaleiro numa publicação feita nas redes sociais.

João Moura Jr. relata que ele e o seu cavalo foram violentamente colhidos e derrubados pelo touro: O Xeque-Mate fez uma fractura exposta na pata direita. As hipóteses caíam sobre o mais difícil e seguiram-se as recomendações do Médico Veterinário, de maneira a eliminar o seu sofrimento e assim garantir o seu bem estar”, revela.

Quanto ao estado de saúde do cavaleiro, o mesmo fez um corte interno e externo no lábio inferior e sofreu uma pancada forte na cabeça que o deixou atordoado, tendo sido transportado para a enfermaria, onde levou oito pontos e, posteriormente, encaminhado para o Hospital de Santarém.

Na realidade, prossegue numa longa dedicatória ao seu cavalo, “são sequelas das quais recuperarei, em poucos dias, se Deus quiser. Neste momento, as piores feridas estão por dentro”.




Artigos relacionados