Imagem: TVI

A nova minissérie documental da TVI “Amor sem fim” está a deixar os portugueses agarrarados ao ecrã. O segundo episódio da história de amor entre Hugo e Ângela foi transmitido esta terça-feira, no Jornal das 8, da TVI.

A história continua com Hugo, internado no Hospital de São João com cancro terminal, à espera do fim, com apenas 29 anos. Só tem mais um desejo que quer ver realizado: casar com Ângela pela igreja.

A mulher conseguiu em poucos dias organizar o casamento, em pleno hospital, com a cerimónia a realizar-se na capela e o copo d’água no refeitório, contudo, poucas horas antes, Hugo sofreu uma hemorragia que o impediu sair da cama.

O casamento realizou-se então ali mesmo, a enfermaria do hospital tornou-se numa verdadeira igreja e o casal trocou alianças a 24 de março de 2019.

Hugo encontrava-se muito debilitado, e acabou por morrer 12 horas após o casamento, mas antes, lembrou o seu grande sonho à mulher: ter um filho dela.

Hugo deixou uma amostra de sémen que ficou criopreservada, quando já previa o seu final devido à doença, juntamente com uma carta à mulher onde revelou a vontade em que ela tivesse um filho seu.

Ângela percebeu depois que a lei portuguesa não a permite ter o filho, e agora o Hospital de São João prepara-se para descongelar o material biológico de Hugo.

A mulher encontra-se numa luta contra o tempo, e tem apenas 50 dias para levar o sémen do marido para uma clínica em Espanha onde poderá tentar engravidar.

Poderá ver o vídeo aqui: “Amor Sem Fim” (Episódio 2): “Falta-me ser pai novamente”

DEIXE A SUA OPINIÃO