fbpx

A emocionante despedida deixada ao pequeno Dinis, o bebé de 10 meses que morreu num acidente de viação

Um bombeiro deixou uma carta emocionante ao bebé de 10 meses que perdeu a vida juntamente com os avós após um despiste, na EN108, em Canelas, Penafiel

“Quem parte simplesmente vai embora, e somos nós que ficamos a dizer adeus. Com um gosto amargo de ausência, de impotência, de revolta, e um pouco de saudade a invadir o coração mesmo não te conhecendo, não existe forma de não sofrer quando nos deparamos com situações destas.

Nunca sabemos o quanto custa até sentirmos na pele essa trágica experiência, e cada um reage de forma diferente, e esta é minha forma de reagir a uma morte de alguém que não merecia este desfecho e que apesar de eu não conhecer, deixou marcas para toda a vida. 

Somos feitos de carne, mas nestas alturas temos de agir como se fossemos de ferro, mas o problema, é que na realidade ninguém é feito de ferro.

E hoje, eu apenas queria fechar os olhos e acordar amanhã com alguém a dizer-me que tudo não passou de um terrível pesadelo.

Esta nossa vida de bombeiro é ingrata, muito ingrata, e começam a ser muitas as “histórias” que começo a guardar sobre a perda de vida de crianças.

A única coisa que peço a Deus, esse mesmo Deus que decidiu levar-te tão cedo para junto dele, é que descanses em paz pequeno Dinis, e acredita que és mais um daqueles que jamais será esquecido nesta vida que decidi enveredar quando tinha apenas 13 anos.”

Texto de José Filipe.




Artigos relacionados